sexta-feira, janeiro 05, 2007

o que sou... apenas uma parte de mim

estou-me a tornar uma praga desoladora que a ninguém interessa. e não me apercebo disso... somente quando me deixam sem resposta ou se limitam a respostas comuns, secas e sem qualquer significado, é que tomo consciência do que sou, do que faço passar as pessoas de qeum gosto, que estão à minha volta... do quão chata e despresível sou.
preciso de ajuda para me modificar... assim não chego a lado nenhum. será que, se me modificar, chegarei realmente a algum sítio? sinceramente já acreditei mais nisso. afinal, porque motivos deixam os nossos amigos de nos responder quando não estão a fazer nada? porque razão não nos dizem nada de significativo? é que se fosse uma vez por outra... mas não... é constantemente... daí presumo que a culpa seja inteiramente minha... minha e só minha... na verdade nunca tenho assunto para falar com ninguém. se começo a tentar conversar com alguém, o assunto ou é sempre o mesmo (monotonia) ou aborreço quem fala comigo por causa da merda dos meus problemas (sim, porque é semre aí que a treta da conversa vai parar) ou limito-me a responder ao que me perguntam... é triste chegar-se a este ponto: sermos sempre nós a ir falar com alguém... posso chegar a estar meia hora, uma hora on-line que ninguém vem falar comigo... só às vezes... quando me querem pedir alguma coisa... são raras as vezes em que tomam a iniciativa e, quando o fazem, essa motivação que os moveu inicalmente desvanece-se instantaneamente e quase no minuto a seguir.



tenho saudades tuas.
porque é que a vida é assim tão cruel?
porque é que temos que viver subjugados ao que ela quer que façamos?
é triste sermos assim... não consigo lutar contra isso. é o meu destino...
quero desaparecer para poder estar eternamente contigo, ao teu lado meu amor... perdoa-me, apenas te amo... por isso é que tenho estes pensamentos... porque quero estar e ficar eternamente contigo, sem qualquer quebra no tempo... só isso... apenas eu e tu...o nosso tempo o nosso lugar... Nós.


domingo, novembro 05, 2006

odeio-me





a vida não me sorri... KILL ME PLEASE!

sábado, novembro 04, 2006



Só tenho uma coisa que me prende à vida neste momento. Tu. Nada mais me interessa... Amigos... perdi-os e não quero magoar os que fiz em pouco tempo e os que estou a conhecer... família... chorará pouco se me libertar... só por ti...
Mas está muito difícil... Cada vez mais é imposível aguentar este fardo que carrego aos ombros...
Nada do que faço está bem...
Neste momento... estou sozinha na sala... ao pc... o meu pai saiu... a minha irmã e o namorado sairam... e eu? isolada...aqui permaneço. seria o momento perfeito... só se ouviria um estouro... e cairia no chão... moribunda... euma poça de sangue surgiria no chão vinda de mim... seria o contraste entre a contaminada da sociedade e a pureza de algo que sempre permaneceu dentro de mim.
Não o faço... por ti.
Estou a sufocar... sinto-me viajar para longe... apenas a música e os dedos no teclado têm vida neste momento... os meus pensamentos não passam de letras... palavras... sons misturados com caracteres que nem sei se fazem ou não sentido.
Quero-me libertar...

sexta-feira, novembro 03, 2006

In Loving Memory

sábado, outubro 21, 2006


Memories And Addictions - More Than A Thousand


"Please wake me up someone wake me up
I've got a notion in my mind saying I should be fine
But all my memories are fadding away, my dreams are gone
On the day I was born to live that's when I start to die.

I've been trying to open my eyes
But now this voice in my head says I should be dead

The world is turning and I'm still the same
Someone wake me up, please wake me up

All my memories are fadding away, please wake me up

My dreams are gone."

domingo, agosto 27, 2006

decadência

By: Mário



voltei a cair na tristeza e melancolia que me rodeiam... e tentei... mais uma vez... tentei libertar-me... e não consegui... fraca! é o que sou! cobarde por não aceitar a minha vida e os meus problemas.

mais valia ter-me voltado a cortar...os comprimidos nunca fizeram grande efeito em mim... e isso comprovou-se... fiquei mais que mal disposta... enfim... idiotices de uma gaja que não bate muito bem da cabeça... ou que bate com ela vezes demais nas paredes...

está a tornar-se insuportável... que vida que tenho... quero-me libertar... ajuda-me, tu que sempre estiveste ao meu lado em todos os maus momentos e que me tentaste levar contigo para sempre... ajuda-me e acaba com o meu sofrimento interior. não vale a pena repetir o que tantas vezes já aqui disse... mas já não me considero merecedora da vida terrena que levo... que tenho, que me deram... libertem-me...
Por favor.

sábado, agosto 26, 2006


o desejo de desaparecer voltou... quero tornar-me invisivel e impenetrável... impossivel, eu sei... mas não custa nada sonhar... apenas custa quando não podemos realizar os nossos sonhos e/ou desejos.

nada é como realmente queremos ou desejaríamos que fosse. as nossas ambições chegam a tornar-se o nosso pior pesadelo. perseguem-nos diariamente e com ferocidade... com uma ânsia de nos destruirem a vida... e só porque não lutamos o suficiente por elas, ou lutamos demais, ou lhes damos demasiada importância.

estou com quem amo. e sim! amo-te mais do que nunca!
mas a vida não me completa. estou triste, deprimida e sem vontade para continuar em frente e ultrapassar os meus obstáculos.

desculpem-me, mas sou assim... fraca e nada lutadora. uma desistente por natureza. é triste mas é verdade; quase impossível... mas eu existo.

a vida sorri-me... e eu não lhe retribuo... não sei porquê.

Underoath - Some Will Seek Forgiveness, Others Escapeby Underoath
I heard a voice through the discord
A deluge of passersby
I saw one gaze frozen in time
Watching me passing by

And I swear I'll know your face in the crowd
And I'll hear your voice so loud
When you're whispering
Hey unfaithful I will teach you
To be stronger, to be stronger
Hey ungraceful I will teach you
To forgive one another.
Here's my kiss to betray (Kiss to betray)
Desperate to brush the lips of grace (Brush the lips of grace)
Do you feel hollow when you think of how I lied?
Oh sweet angel of mercy
With your grace like the morning
Wrap your loving arms around me
Oh sweet angel of mercy
With your grace like the morning
Wrap your loving arms around me
Hey unfaithful I will teach you
To be stronger, to be stronger
Hey ungraceful I will teach you
To forgive one another
Hey unfaithful I will teach you
To be stronger, to be stronger
Hey unloving
I will love you
I will love you
I will love you
And Jesus I'm ready to come home
Jesus, I'm ready to come home(home)
home (home)
I'm ready to come (home)
Hey Unfaithful
Hey Ungraceful
Hey Unloving
I will love you
Hey Unloving (Hey Unloving)
I will love you